Muçulmanos fazem doação à comunidade católica após furto na Igreja São Sebastião, em Manaus


Doação em dinheiro foi entregue por uma comitiva de muçulmanos para a comunidade. Valor deve servir para repor material furtado.

.

Muçulmanos fazem doação à comunidade católica após furto na Igreja São Sebastião, em Manaus

Uma comitiva de muçulmanos fez uma doação em dinheiro para a comunidade católica de Manaus, neste sábado (9), após a Igreja de São Sebastião ser furtada. O ato de solidariedade foi apresentado ao arcebispo da cidade, Dom Sérgio Castriani, na casa onde mora, no Centro da capital. O valor deve ser usado para ajudar a repor material furtado.

De acordo com o diretor do Centro Islâmico do Amazonas, Walid Saleh, a comunidade está no mês sagrado de Ramadã. Durante o período, os muçulmanos ficam em período de jejum, do nascer ao pôr do sol, além de intensificar atos de solidariedade, como forma de sentir a dor do próximo.

"O que nos trouxe aqui foi um gesto de solidariedade com nossos irmãos e vizinhos. Infelizmente, eles tiveram uma invasão na casa de Deus. A dor deles é a nossa dor. Isto não poderia passar despercebido pela comunidade islâmica. É um sentimento ruim que sentem", disse Saleh.

O líder religioso da Mesquita do Centro Islâmico de Manaus, Sheikh Mohammad Hussein, esteve presente na casa do arcebispo. Ele foi o responsável por entregar a doação da comunidade muçulmana a Dom Sergio Castriani.

"O Centro Islâmico tomou conhecimento do que aconteceu com os irmãos da Igreja de São Sebastião. Viemos então colocar em prática um ensinamento do Alcorão, que é a mensagem da paz. A real mensagem do islamismo é a divulgação da mensagem da paz. Ela acontece com a solidariedade e fraternidade. Isto que buscamos fazer aqui hoje", comentou.

466 Visualizações