O PODER DAS ERVAS


O uso de ervas para manter a saúde em dia tem ganhado bastante adeptos nos últimos tempos, principalmente depois que vários estudos acerca desses poderosos alimentos comprovaram a sua eficácia e efeito “milagroso” no organismo humano.

.

– Rosmarinus officinalis

Rosmarinus officinalis contuma-se empregar suas folhas e folhas flores no tratamento de asma, coqueluche, gripe, fraqueza e depressão. O uso externo também é bom para Sarnas, reumatismo muscular e dor de cabeça. Também é aconselhável para casos de cansaço no peito, tosses e catarro, alivia dores no período menstrual. é muito utilizada para aumentar o apetite infantil.

Alface – Lactuca sativa

 

É utilizada como calmante e ajuda no rejuvenescimento. É eficiente contra a insônia, palpitações, reumatismo e conjuntivite. Rico em Cálcio e Fósforo participa da formação dos ossos e dentes e ajuda na coagulação do sangue e na construção muscular, o ferro contribui para a formação do sangue.

Agrião – Nasturtium officinale

O agrião é tão eficaz que não se deve usá-lo diariamente, a não ser para tratamento dos brônquios, durante períodos limitados. A quantidade de ferro, iodo e vitaminas que contém faz passar para a ÁGUA em que é deixada de molho uma boa parte de sua força; por isso, uma receita para a carência de ferro e para a depuração do sangue é chamada ÁGUA de Agrião: Em um copo de ÁGUA na temperatura ambiente mergulhar folhas de agrião. Cobrir o copo e deixá-lo no quarto de dormir. De manhã, coar e bebê-la sem açúcar. As propriedades terapêuticas do agrião combatem o raquitismo, o ácido úrico e as doenças do pulmão, agindo na purificação do fígado e do estomago. Os fumantes devem fazer uso do agrião, uma vez por semana, para a desintoxicação do organismo. O seu suco, adoçado com mel é um excelente xarope para combater bronquite, tosse, tuberculose pulmonar e toda sorte de enfermidades catarrais. Usa-se em saladas para combater a diabetes, e o consumo diário para os que sofrem de acido úrico.

Aipo – Apium graveolens

A infusão das sementes ajuda na má digestão e eliminação dos gases. Muito usado em esgotamento ou depressão nervosa. Como alimento, é recomendado aqueles que sofrem de artrite, reumatismo e ácido úrico. O aipo dá ânimo ao marido cansado.

Aveia – Avena sativa

aveiaFonte natural de vitaminas, proteínas e sais minerais, contendo muitas calorias. Usada em flocos ou farinha, adapta-se aos organismos delicados, garantindo um bom funcionamento dos intestinos preguiçosos. É também anti-hemorróidas, sua ingestão tem a virtude de reduzir o teor de gorduras e de açúcar do sangue, auxiliando nas arterioscleroses e no diabetes. Contra acido úrico ferver um punhado de palha de aveia triturada em um litro de água, coar e beber durante o dia.

Batata – Solanum tuberosum

Rica em carboidratos e vitaminas. Usada crua, tem aplicação para combater dores de cabeça (colocadas em rodelas sobre a testa) e contra irritações da pele. A batata – baroa é bastante indicada para quem sofre de doenças renais. Para eritemas ou queimaduras solares, se faz uma compressa com batata ralada que é trocada três vezes ao dia. O suco feito com batata é excelente remédio para ulceras do estômago e do duodeno, desde que tomado em pequenas doses, pois o seu uso exagerado pode provocar sintomas de intoxicação. A ÁGUA do cozimento da batata serve para prevenir e combater a gota.

15 Visualizações